Google+ Followers

quinta-feira, março 22, 2012

76 euros ano a cada português...ou os delírios de M.Pinho...

http://www.linkedin.com/in/paulomarcos

Um dia tivémos um ministro da Economia que sonhou fazer de Portugal um nação na vanguarda das energias renováveis, limpas e afins. O desiderato estratégico não era despropositado. Autonomia energética, energias limpas, redução déficite da balança de transacções correntes...

Centrais fotovoltaicas, contratos de preço garantido para a energia produzida por novas barragens, torres eólicas....e assim se cobriu o país....claro que o grosso da energia consumida é nos transportes e aí não existem alternativas ao petróleo ou ao gás....

Esta deriva foi implementada com os consumidores a pagarem os custos desta iniciativa....experimentalismo com o dinheiro dos contribuintes e dos consumidores....em média, cada família portuguesa paga um custo adicional de 76 euros por ano....é caso para dizer que assim era melhor deixar o pinho a arder do que lhe por os corninhos...

Sem comentários: