Google+ Followers

terça-feira, setembro 08, 2015

domingo, setembro 06, 2015

O Estado português pode, e deve, comprar o Novo Banco

http://www.linkedin.com/in/paulomarcos

As ofertas em curso são baixas. Amgbang, Apollo e Fosun procurarm uma pechincha. Não faz sentido.

O Estado pode, e deve, comprar o Novo Banco ao Fundo de Resolução.

Injectar capital para fazer face às imparidades futuras com os créditos concedidos no tempo do BES a "empresários" do sector imobiliário.

Capitalizar. Com uma gestão motivada e trabalhadores competentes. Daqui a três ou quatro anos, vender, nas calmas, em Bolsa ou por concurso público internacional. Com ganhos. Grandes ganhos.