Google+ Followers

terça-feira, setembro 21, 2010

Sobre o SCP ainda foi melhor...

http://www.linkedin.com/in/paulomarcos

Gostei sobremaneira da vitória sobre o Sporting. Este foi completamente dominado e fez má figura. Fiquei preocupado porque não me pareceu que o SCP tenha estofo para este campeonato...

quarta-feira, setembro 15, 2010

Bela vitória contra o Hapoel Televiv


http://www.linkedin.com/in/paulomarcos

Uma vitória serena num jogo bem jogado. Bela circulação de bola dos jogadores da equipa israelita (com um bom punhado de brasileiros na sua hoste).

Claro que convém relativizar...pois o Hapoel jogou macio, muito macio. Talvez não ficasse na primeira metade da tabela classificativa de Primeira Liga portuguesa...sim, sabemos que eliminaram equipas com alguma tradição como o Olympiacos e o Salsburgo mas estão ao nível de um Paços de Ferreira, apenas.

sexta-feira, setembro 10, 2010

Mais uma leitura e uns treinos....

http://www.linkedin.com/in/paulomarcos

1) Estou a acabar "what the dog saw" de Malcom Gladwell. Interessante mas não é um page turner. Leitura recomendada aos economistas e a todos os que gostam de usar raciocínio económico para vislumbrar soluções para questões quotidianas.

Existe também uma versão portuguesa que ocupa os primeiros lugares dos livros de Gestão.

2) Ontem e hoje dois treinitos ligeiros de 10 km cada um....pouco a pouco lá vamos nós....

3) E o meu amigo Luís Lourenço, com o seu último livro com e sobre Mourinho, em primeiro lugar no top de livros de Gestão! Força Luís!

quarta-feira, setembro 08, 2010

Boas leituras....

http://www.linkedin.com/in/paulomarcos


Marley and Me: uma bela "estória" aqui na versão original e recentemente passada a cinema, tanto quanto me lembro. Para quem gosta de cães!

A casa dos Budas Ditosos. O prêmio Camões de 2008 escreveu este livro em 1999. Percebe-se porque houve uma cadeia de hipermercados portuguesa que não autorizou a venda. Mas é uma obra prima. Aqui numa edição Nélson de Matos, portuguesa.

Como tornar-se um doente mental, do professor Pio de Abreu. Assuntos sérios ditos de forma divertida não ficam menos importantes por causa disso.