Google+ Followers

sábado, outubro 01, 2005

Lusíadas, excerto do canto décimo

Banquete na Ilha dos Amores )

Quando as fermosas Ninfas, cos amantes
Pela mão, já conformes e contentes,
Subiam pera os paços radiantes
E de metais ornados reluzentes,
Mandados da Rainha, que abundantes
Mesas d’altos manjares excelentes
Lhe tinha aparelhados, que a fraqueza
Restaurem da cansada natureza.

Sem comentários: